Projeto do Centro de Tecnologia busca métodos eficazes para operar com inversores fotovoltaicos sem transformadores

MAIS UM PROJETO COM GESTÃO FINANCEIRA E
ADMINISTRATIVA DA FATEC

Projeto do Centro de Tecnologia busca métodos eficazes para operar com inversores fotovoltaicos sem transformadores

O projeto intitulado “Análise e Projeto de Inversores Fotovoltaicos com Grampeamento do Ponto Central e Fases Configuráveis”, é um estudo desenvolvido e coordenado pelo engenheiro eletricista, professor Dr. Lucas Vizzotto Bellinaso, do Grupo de Estudos em Eletrônica de Potência e Controle – (GEPOC), do Instituto de Redes Inteligentes (INRI) do Centro de Tecnologia – CT – UFSM. 

O projeto tem o objetivo de desenvolver métodos de análise e projeto de inversores fotovoltaicos sem transformador com grampeamento do ponto central que possa operar como inversor monofásico, bifásico ou trifásico de acordo com as diferentes possíveis configurações da rede elétrica de distribuição brasileira. Os métodos desenvolvidos são importantes para permitir a instalação de sistemas fotovoltaicos em locais não atendidos por inversores comerciais e pela modularização na produção industrial. Além disso, outra vantagem é simplificar a seleção do inversor pelas empresas instaladoras de sistemas fotovoltaicos, que não necessitariam conhecer as peculiaridades da rede elétrica do local de instalação, antes de realizar a compra do equipamento.

É importante ressaltar que este projeto é financiado pela Ecosolys, empresa com sede em Curitiba-PR, fabricante brasileira de inversores fotovoltaicos.

O professor Lucas explica que são empregados no projeto métodos algoritmos e um protótipo do inversor fotovoltaico. Até o momento são participantes do projeto bolsistas de graduação, mestrado e doutorado: Gabriel Avila Saccol (doutorado), Charles Schardong (mestrado), Gustavo Azzolin (graduação) e Gunnar Santini (graduação), além dos professores Cassiano Rech e Leandro Michels.

O professor Lucas salienta que a parceria da FATEC junto ao projeto é importante para garantir o correto cumprimento da legislação e as regulamentações relacionadas à execução do projeto.

Kelly Martini – MTb 137.25
Assessora de Imprensa da FATEC

Deixe um comentário

Skip to content