Projeto do CT desenvolve pesquisa que promove o treinamento militar baseado em simulador que gera tecnologia nacional na área de simuladores de sistemas integrados em realidade virtual

O projeto “ Sistema Integrado de Simulação ASTROS – Grupo de Mísseis e Foguetes (SIS-ASTROS GMF) ” é uma pesquisa coordenada pelo engenheiro eletricista, professor, Dr. Raul Ceretta Nunes, do Departamento de Computação Aplicada do Centro de Tecnologia da UFSM. O projeto também envolve outros seis professores doutores em áreas especializadas da computação e da engenharia. Segundo o coordenador professor Raul, o objetivo geral do projeto é pesquisar e desenvolver novas capacidades de treinamento e adestramento para o sistema integrado de simulação empregado no Centro de Instrução de Artilharia de Mísseis e Foguetes do Forte Santa Bárbara, em Formosa/GO, do Exército Brasileiro (EB). No projeto será realizado: 1) pesquisa e desenvolvimento de novas funcionalidades para o simulador virtual tático de reconhecimento, escolha e ocupação de posição (SVTAT REOP), já empregado pelo Exército Brasileiro, ampliando suas capacidades para treinamentos e adestramentos em diferentes aspectos doutrinários, inclusive com exploração de tecnologias de realidade virtual; 2) desenvolvimento, teste e implementação de novo protótipo … Ler mais Projeto do CT desenvolve pesquisa que promove o treinamento militar baseado em simulador que gera tecnologia nacional na área de simuladores de sistemas integrados em realidade virtual

Projeto da PRE – UFSM busca cooperação técnica para a inclusão social de jovens sem renda e sem formação profissional

O projeto “Qualificação Profissional e Atividades Empreendedoras de Cultura e Turismo no Geoparque Quarta Colônia” é um projeto coordenado e desenvolvido pela geógrafa e Técnica Administrativa em Educação – TAE, Jaciele Carine Vidor Sell da Pró-reitoria de Extensão da UFSM. Segundo Jaciele, o objetivo do estudo é estabelecer cooperação técnica para a realização de cursos de qualificação profissional e atividades empreendedoras de cultura e turismo, voltadas à inclusão socioeconômica do público do cadastro único – CADUNICO, com prioridade à jovens de 18 a 29 anos, que não estudam e nem trabalham. O projeto tem como justificativa o “Plano Progredir” do governo federal para promover a autonomia, por meio da geração de emprego e renda das famílias de baixa renda, prioritariamente, as que estão inscritas no cadastro único com renda de até meio salário mínimo per capita conforme (art. 2º, decreto 9.160/2017). O plano, coordenado pela Secretaria Nacional de Inclusão Social e Produtiva Urbana – SENISP, abriga eixos de qualificação profissional, … Ler mais Projeto da PRE – UFSM busca cooperação técnica para a inclusão social de jovens sem renda e sem formação profissional