FATEC - Projeto de Pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica – PPGEE/ UFSM resulta em benefícios econômicos e técnicos para o setor elétrico

Projeto de Pesquisadores do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica – PPGEE/ UFSM resulta em benefícios econômicos e técnicos para o setor elétrico

Postado em 13/06/2017.

O projeto “Solução Inovadora para Gerenciamento Ativo de Sistemas de Distribuição” é coordenado pelo Dr. em Engenharia Elétrica, professor Daniel Pinheiro Bernardon, que é coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica/ PPGEE da Universidade Federal de Santa Maria – UFSM e que atua no Departamento de Eletromecânica e Sistemas de Potência. Pesquisa que está em pleno vapor e com cerca de 50% de execução.

Com objetivo de desenvolver plataforma computacional inovadora que incorpora os elementos essenciais para operação inteligente de sistemas de distribuição em tempo real, que possibilite operação integrada aos sistemas corporativos da RGE Sul, empresa parceira, na qual o projeto é aplicado, com alguns objetivos específicos, em regiões rurais em situação de piloto:

1. Monitorar e explorar o uso em tempo real das variáveis de estado disponíveis (medições dos consumidores, equipamentos automatizados, geradores distribuídos, entre outros);

2. Gerenciar e otimizar de forma dinâmica os sistemas de distribuição, para condição normal de operação e situações de contingências, com vistas ao controle de níveis de tensão, reativos, perdas, balanços energéticos e restabelecimento de energia;

3. Realizar ações automáticas nas redes de distribuição, de acordo com os conceitos de redes inteligentes e a visão estratégica da empresa;

4. Desenvolver e implementar plataforma de comunicação em área piloto, abrangendo redes extensas e clientes irrigantes.

Foi a partir da necessidade de melhoria na qualidade e confiabilidade dos sistemas de potência, é que a pesquisa se fundamentou, pois, contribui com o avanço das pesquisas sobre redes inteligentes Smart Grid, que são favorecidas pelo aumento de recursos relacionados à tecnologia de informação, comunicação e engenharia.

Com a sofisticação dos sistemas de distribuição, tanto no que se refere à abrangência quanto à diversidade e ao crescimento das cargas, torna-se necessário incorporar os conceitos de redes inteligentes. Como resultado, a automação destas, proporciona medidores inteligentes e geração distribuídas. É preciso atender às políticas de regulação cada vez mais criteriosas, e que começam a apontar novos paradigmas de relacionamento entre consumidores e as concessionárias de energia elétrica. As oportunidades mencionadas conferem significativo esforço para a incorporação das tecnologias relacionadas, especialmente, pela complexidade associada à operação e ao planejamento de redes elétricas e aos requisitos de eficiência, segurança e redução dos impactos ambientais que sempre devem permear qualquer proposta de inovação no setor.

O incremento de geração distribuída em média e baixa tensão, o armazenamento de energia, os fluxos bidirecionais, as micro-redes, a resposta à demanda, a imensa quantidade de informações que poderão ser utilizadas para tomada de decisão, entre outros, representam alguns dos desafios relacionados ao novo paradigma das redes inteligentes, para o setor de distribuição de energia elétrica, e aproveitar este contexto rico em novas perspectivas proporcionará sobretudo, posicionamento estratégico que permite sustentabilidade técnica e financeira das companhias no futuro próximo.  

O coordenador Daniel enfatiza que o projeto reúne alunos de graduação, mestrado e doutorado do curso de engenharia elétrica, e que além disso, está sendo desenvolvida uma rede experimental na UFSM que permitirá as análises de automação, monitoramento e controle, de todo o experimento. Segundo o coordenador no âmbito da implantação do projeto na empresa, já se obtêm pleno êxito nos resultados. Com destaque para o módulo já implementado de restabelecimento automático de energia elétrica Self Heling.

O projeto também conta com a participação da empresa MegaSoftware, responsável por incorporar as metodologias propostas em plataforma computacional.

Legenda: As figuras abaixo, ilustram algumas telas da plataforma, (ver figura 1 e 2)

Figura 1: Representação das redes de distribuição


Figura 2: Indicação de manobras automáticas (a) visão geral (b) detalhe da solução,

O professor Daniel comenta sobre a atuação da FATEC junto ao projeto, “a parceria é fundamental para a realização do projeto, ficando responsável pela gestão administrativa e financeira do mesmo, com prestações de contas mensais, sempre elogiadas pela empresa”, enfatiza ele.

Kelly Martini – MTb 137.25
Assessora de Imprensa da FATEC




Ver todas Notícias.

Desenvolvido por Fernando Denardin